TX EduXpert - шаблон joomla Новости
Terça, Julho 23, 2019

08/05 - Colégio Trilíngue Inovação representa Chapecó e o Brasil nos países do Mercosul

Os alunos de 5ª a 8ª série do Ensino Fundamental e Ensino Médio do Colégio Trilíngue Inovação fizeram uma viagem de estudos a um dos países do Mercosul, entre os dias 28 e 30 de abril, oportunidade em que puderam falar a língua estrangeira dentro de uma situação natural e cotidiana. Foram três dias de intercâmbio cultural através da imersão no idioma espanhol e passeios turísticos educativos onde fizeram do aprendizado e da responsabilidade uma aventura agradável e uma lembrança para o resto de suas vidas.

Os brasileiros foram recebidos por toda a equipe do Colegio Sembrador, localizado em Ciudad Del Este, no Paraguai, uma instituição que educa alunos desde o maternal até o 3º ano do Ensino Médio. Lá ficaram alojados e puderam participar de toda a programação da escola onde, além das atividades normais, exibiram uma apresentação artística para celebrar o Dia del Maestro, comemorado naquele país em 30 de abril. À noite, jogos de diversas modalidades foram disputados entre os estudantes.

Aprender brincando

Viver o dia-a-dia de outra cultura aprendendo a valorizá-la, além de conhecer os principais lugares, museus e monumentos históricos, estiveram entre os objetivos da viagem. Assim, os alunos visitaram a Usina de Itaipu, a maior hidrelétrica do mundo em geração de energia localizada no rio Paraná, na divisa entre o Brasil e o Paraguai. O Museo de la Tierra Guaraní também foi muito apreciado pelos estudantes, que puderam visualizar vestígios dos primeiros e originais habitantes daquela região: os índios Guaranis, perceber um pouco da sua cultura e da fauna local.

No retorno ao Brasil, uma visita a um dos maiores patrimônios naturais da humanidade, as Cataratas do Iguaçu, ou Cataratas del Iguazú, em espanhol: um conjunto majestoso de cerca de 275 quedas de água na Bacia hidrográfica do rio Paraná, localizado entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú, na Argentina.

A Gestora do Colégio, Ms. Gislaine Moreira Nunes, explica que o objetivo desta experiência foi propiciar aos alunos, que vêm estudando a língua espanhola com intensidade, a oportunidade de aprender brincando, estando em contato com o idioma e nativos da língua, enriquecendo sua bagagem cultural.

Afeto e perdão aos antepassados

Afora todas as oportunidades de experimentação do idioma e dos passeios culturais, os professores das disciplinas de História, línguas estrangeiras e Formação Humana e da Cidadania, que acompanharam a viagem, relatam que foram surpreendidos com tantas demonstrações de afeto por parte dos paraguaios. O professor Rogério Santos, de História, conta que os brasileiros sempre mantiveram um sentimento de culpa pelas consequências nefastas que causaram a este país vizinho no período que marca o confronto entre Brasil e Paraguai, Argentina e Uruguai, durante a Guerra do Paraguai ocorrida entre os anos de 1864 até 1870.

A maior batalha da “Guerra Guazu”, como os paraguaios denominam a Guerra do Paraguai ou Guerra da Tríplice Aliança, dizimou o país vizinho e separou os dois povos no final do século 19. 140 anos depois de uma guerra estúpida, cujas consequências são catastróficas para os dois lados, a guerra, ainda parece recente e está viva na mente de cada paraguaio, mas com as boas vindas, o sentimento que transparece na fala deles é uma só: o do perdão aos antepassados.

“Neste retorno, vamos contextualizar este período com os alunos”, diz o professor, “mas voltamos de lá felizes e aliviados, porque tivemos a certeza que hoje, observando com os olhos de quem imagina as consequências do conflito, além da tristeza e da ojeriza à violência, todos _ brasileiros e paraguaios, sabem o que querem: viver em paz, confraternizando-se”.